Brasil vence Alemanha por 1 a 0 em Berlim

Gabriel Jesus marca, Seleção não perde e Tite não testa as novidades que chamou para os amistosos

O atacante Gabriel Jesus, mais uma vez, mostrou ser decisivo e peça importante para o Brasil

Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Kleber Vieira

O objetivo do Brasil era claro: não perder nos amistosos contra Rússia e Alemanha. A primeira perdeu de 3 a 0, semana passada, em Moscou; a segunda foi derrotada nesta terça-feira, no Estádio Olímpico em Berlim, por 1 a 0, gol de Gabriel Jesus. O teste foi melhor porque a equipe do técnico Tite não sofreu gol, mostrando que o setor defensivo está bem ajustado.

Embora um resultado positivo sobre a campeã mundial tenha dado moral ao Brasil, a vitória não serviu para vingar a derrota sofrida no Mineirão, em 2014. A avidez por vingança fez alguns jornalistas brasileiros comentarem que o magro 1 a 0 “exorcizou o fantasma da Alemanha”, referência ao vexame histórico e inapagável dos 7 a 1, na Copa do Mundo no Brasil. Mas creio que essa enorme mancha só será reduzida caso a Seleção devolva o placar em um Mundial, na Alemanha. Ou seja, vai demoraaaaaaaaar…

Objetivos

A 81 dias do início da Copa do Mundo, os objetivos de cada treinador fiou bem claro. Enquanto o alemão Joachim Löw levou a campo uma equipe mista, e ainda observou outros suplentes, como Wagner, Werner, Brandt, Stindl e Süle, o brasileiro Tite não queria perder, para botar mais um resultado positivo no currículo. Por isso, fez apenas uma substituição, colocando Douglas Costa no lugar de Philippe Coutinho.

Os jogadores Willian José, Anderson Talisca e Ismaily, novidades na lista de convocados e que foram chamados para serem observados, sequer entraram em campo. Tal fato deixa, mais uma vez, dúvidas sobre os reais motivos de um jogador entrar em uma relação da Seleção Brasileira. A CBF nega, mas é fato que vários atletas foram negociados para o exterior após vestirem a amarelinha.

Antes de estrear na Copa, o Brasil terá mais dois amistosos: dia 3 de junho, contra a Croácia – deve ser em Liverpool, na Inglaterra – e dia 10, diante da Áustria, em Viena. Para esses jogos, a equipe já terá os 23 convocados para o Mundial, cuja lista será anunciada em maio.

Curiosidades 

Dos jogadores que estavam na Seleção que sofreu os 7 a 1 em 2014, seis jogaram nesta terça-feira em Berlim: Marcelo, Fernandinho, Daniel Alves, Thiago Silva, Paulinho e Willian.

Tite chega a seu 19º jogo no comando da Seleção Brasileira, vence sua 15ª partida e tira a invencibilidade da Alemanha, que completou 22 partidas sem perder. Já o alemão Joachim Low dirigiu sua seleção em 160 partidas.

FICHA TÉCNICA

Alemanha 0 X 1 Brasil

Local: Estádio Olímpico, em Berlim (Alemanha)

Data: 27 de março de 2018

Árbitro: Jonas Eriksson (Suécia)

Assistentes: Mathias Klasenius e Daniel Warnmark (Súecia)

Público: 72.717 pessoas

Gol: Gabriel Jesus (Bra), aos 37 minutos do primeiro tempo.

Alemanha: Trapp; Kimmich, Boateng (Sule), Rudiger e Plattenhardt; Kroos, Gundogan (Werner), Draxler, Goretzka (Brandt) e Sané (Stindll); Mario Gómez (Sandro Wagner). Técnico: Joachim Low

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Fernandinho, Willian e Philippe Coutinho (Douglas Costa); Gabriel Jesus. Técnico: Tite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *