ter. mar 19th, 2019

Comitê Integrado de Segurança combate criminalidade em Santo André e resulta em 325 operações

O prefeito Paulo Serra, destacou o importante papel que o município retomou no último ano com a integração das forças policiais.

Luciana Sereno

Foto Divulgação

A Prefeitura de Santo André realizou nesta quarta-feira (18), uma homenagem a policiais, guardas municipais e autoridades que integram o Comitê Integrado de Segurança (CIS). Criado em janeiro de 2017, o grupo reúne representantes do setor da segurança das mais diversas esferas, com o objetivo de elaborar e executar em conjunto estratégias de combate ao crime na cidade.

Desde a criação do Comitê, foram realizadas 325 operações no município, em 85 bairros, por meio dos diversos programas realizados por meio de parceria entre as forças de segurança municipais e estaduais. A cada força-tarefa é realizado um mapeamento da criminalidade, possibilitando uma melhor estratégia de patrulhamento por rondas nas regiões com maior registro de queixas. A articulação das forças policiais foi determinante para a concretização de diversas operações, como a Sono Tranquilo, que atua no combate à poluição sonora e aos pancadões e autuou até o momento 4.842 motoristas, em 35 bairros.

Também são iniciativas do Comitê Integrado de Segurança a Operação Delegada Municipal, que coloca GCMs em plantões escalonados em regime de hora extra para reforçar a segurança em bairros da cidade e a Ponto Seguro, que atua nos pontos de ônibus, com foco na proteção ao trabalhador que precisa pegar transporte coletivo muito cedo. Outro resultado foi a adesão do município ao Detecta, programa que sincronizou 19 câmeras de monitoramento da cidade para identificar, por meio da leitura da placa, veículos que estão com queixa de roubo.

O prefeito Paulo Serra, presente na homenagem, destacou o importante papel que o município retomou no último ano com a integração das forças policiais. “Resgatamos o  papel da Prefeitura, de participar da segurança pública e de ter uma boa interlocução com as forças policiais. O mapa do crime é um só e podemos com isso maximizar esforços e recursos, na fiscalização de atividades, reduzindo os índices de criminalidade e mostrando que este é um bom modelo de gestão, que tem trazido bons resultados”, destacou.

A Guarda Civil Municipal participou ativamente de todas estas operações, incluindo as organizadas pela Polícia Militar, como a Força Total, Integrada Metropolitana e Paz Pública. O secretário de Segurança Cidadã, José Oliveira Pinto, destacou que, desde o ano passado, o município passou a exercer de fato seu papel fiscalizador, auxiliando no combate à criminalidade. “Retomamos esta atividade que torna novamente a Prefeitura um órgão fiscalizador e com capacidade de desempenhar papel importante no combate à violência. Com isso temos números que falam por si, nós somos auxiliadores na melhoria da sensação de segurança da população”, frisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *