ter. mar 19th, 2019

Caminhão carregava sucata e cocaína em Seropédica 

Cães farejadores encontram mais de 100 quilos da droga que iriam para complexo da Maré 

Divulgação/PRF

Agentes da PRF flagraram motorista com carga de cocaína que se destinava à favela da Zona Norte do Rio

Da redação (RJ)

Agentes da Polícia Rodoviária Federal apreenderam, na madrugada deste sábado, mais de 100 quilos de cocaína em um caminhão na antiga rodovia Rio-São (BR-465), altura de Seropédica, Região Metropolitana do Rio. A droga era transportada escondida em uma carga de toneladas de sucata. Aos policiais, o motorista disse que a droga seria distribuída em comunidades do Complexo da Maré. No total, havia cerca de 110 quilos de cocaína.

O flagrante 

Policiais rodoviários federais faziam uma blitz na antiga rodovia Rio-São Paulo (BR-465), quando o motorista de um caminhão lhes chamou a atenção. O suspeito, de 42 anos, demonstrou nervosismo, durante a abordagem e entrou em contradição quanto ao objetivo da viagem. Ele transportava cerca de 28 toneladas de sucata.

Diante do nervosismo do motorista, que transportava 28 toneladas de sucata, os agentes o mantiveram no local até a chegada de uma equipe do Grupo de Operações com Cães (GOC) da PRF que foi acionada. Os cães farejadores Apolo e Meg sinalizaram de que havia algo mais do que só sucata no caminhão. Em uma revista mais detalhada, os policiais localizaram um fundo falso, sob o qual foram encontrados diversos tabletes de cocaína.

R$ 2 mil por ‘frete’

O motorista disse que é de Arujá, Região Metropolitana de São Paulo, e que pegou o caminhão em Volta Redonda, no Sul Fluminense. Para transportar a droga até Ramos, Zona Norte do Rio, contou que receberia R$ 2 mil. O suspeito foi indiciado por tráfico de entorpecentes, com pena prevista de cinco a 15 anos de reclusão.

A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal, no Centro do Rio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *